Procurando algo?

carnes cruas em tábua de madeira
Como escolher

Cortes para Carne

Você quer uma carne mais macia ou uma mais saborosa? Pretende fazer rápido ou está com tempo? Saiba qual é o melhor corte para cada momento.

As partes do boi são diferentes entre si e adequadas a variados tipos de cozimento ou, ainda cocção, no vocabulário técnico. Isso torna a carne bovina muito versátil, mas acertar quais são os tipos de cozimento para determinados cortes é a chave para o sucesso do seu prato.

OS MELHORES CORTES DE CARNE PARA COZIMENTO LENTO:

Paleta e Acém: esses dois cortes pedem métodos lentos de cocção, como por exemplo, estufar. Nesse caso, basta colocá-la numa panela com pouco líquido e deixar cozinhar em fogo baixo. Lembre-se de dourar a carne antes, esteja ela inteira ou em pedaços.  O Acém também vai muito bem ao forno, mas antes deve ser marinado.

Músculo: também requer um método de cocção lento: estufar, cozinhar no vapor ou ainda na panela de pressão são alguns dos principais métodos.

Pescoço: além de possuir colágeno, é uma carne saborosa que responde melhor ao método de estufar, mas também pode ser usada em ensopados ou em caçarolas.
Patinho, Coxão de fora e Coxão de dentro: carnes cheias de sabor, elas podem ser assadas, feitas em caçarolas ou ainda transformadas em picadinho.

Peito: ótima opção para o preparo de carne de panela, ensopados ou picadinho.


OS MELHORES CORTES DE CARNE PARA COZIMENTO RÁPIDO: 

Filé mignon e Contrafilé: carnes do lombo da vaca,  funcionam melhor fritando, grelhando ou assando.

Capa de filé: assar, grelhar, refogar e fritar.

Picanha: localizada nas vértebras lombares do boi, a picanha é um corte clássico e funciona perfeitamente no churrasco.

Alcatra e Maminha: macias, essas carnes do lombo do boi funcionam muito bem em churrascos ou grelhadas.