Procurando algo?

peixe cru com sal grosso e batata
As diferentes maneiras de

Fazer peixe

Versátil e saudável, o peixe pode ser preparado de diferentes maneiras. Veja como fazer peixe na brasa, a vapor, grelhado ou frito.

A vapor, no forno ou até na churrasqueira. Há diferentes maneiras de preparas peixes, um alimento que vai bem sempre. Até cozinheiros renomados podem ficar nervosos na hora de fazer peixe, mas eles não deveriam, pois é realmente bem simple. Em vez de seguir a receita à risca, vale encará-la como um ponto de partida. Antes de tudo, saiba quais os tipos de peixes mais frescos no mercado, aqueles que estão mais firmes. A forma de preparo vai depender em grande parte das características do peixe, se ele é mais ou menos oleoso. Seja a popular tilápia ou o saboroso badejo, veja algumas ideias de como fazer peixe.

Até cozinheiros renomados podem ficar nervosos na hora de cozinhar peixe, mas eles não deveriam, pois é realmente bem simples.

Como fazer peixe:

Na brasa

Churrascos fazem parte da cultura brasileira e são sinônimo de diversão e momentos marcantes com família e amigos. E, sim, você pode ir além do tradicional trio: linguiça, pão de alho e a carne. O sabor do peixe vai ficar melhor ainda defumado. Para conseguir um saboroso peixe na brasa, experimente tipos de peixe com carne mais firme e suculenta como salmão, atum, robalo, pescada amarela, sardinha e merluza. 

 

A vapor

Esse método impede que o peixe fique seco, já que o calor é indireto e úmido. É muito bom para fazer o peixe inteiro, mas veja primeiro se a sua panela é grande o suficiente. Para cozinhar o peixe a vapor, tente espécies como corvina, pescada amarela ou pargo.

 

No forno

O calor do forno pode acabar secando peixes mais delicados. Essa costuma ser a maneira mais prática de fazer um peixe para muitas pessoas. Por isso, é importante não errar na hora da escolha. Os peixes de carne branca são os mais indicados. Entre os que combinam mais com esse tipo de cozimento estão bacalhau, tilápia e também o salmão. 

 

Grelhado

O calor direto é tão forte e rápido que peixes finos não precisam nem ser virados. Atum, sardinha, dourado, tilápia, salmão e pintado, cortados em filés, são alguns dos peixes que ficam bem grelhados.

 

Na frigideira

Método popular no Brasil, a frigideira combina com peixes brancos que não tem muita gordura e precisam apenas de um pouco de óleo para ficar úmido e saboroso. Carpa, linguado, dourado, tilápia, namorado, sardinha e bacalhau.

 

Frito imerso em óleo

Peixes mais delicados e que não tem muita gordura própria podem ser fritos imersos em óleo. Experimente fazer badejo, atum, salmão e bacalhau empanados com ajuda de ovo, farinha de trigo e migalhas de pão (ou farinha de rosca). 

 

Pochê

Esse método consiste em fazer o peixe em algum líquido em fogo baixo, tal qual no ovo pochê. É fácil e rápido: você pode cozinhar o peixe em vinho branco, Caldo de Legumes Knorr ou em cidra.  A truta e o cação são ótimas opções, pois possuem a textura mais firme.