Skip to content

Procurando algo?

O Poder das Plantas para um Planeta Mais Saudável

O Poder das Plantas para um Planeta Mais Saudável

Os 50 Alimentos do Futuro oferecem um repertório completo de cores deslumbrantes, texturas e sabores que variam de levemente refrescantes, deliciosamente crocantes à saborosos e ricos. Os 50 Alimentos do Futuro compõem uma coleção de legumes, nozes, sementes, cogumelos, tipos de feijões e brotos, bem como cereais, grãos e tubérculos de uma variada gama de cozinhas regionais e tradições culturais. Então, o que poderia estar faltando? Não muito, em nossa opinião! Embora você possa ter notado que não há carnes ou laticínios nos 50 Alimentos do Futuro. Vamos compartilhar os motivos e dar algumas dicas para fazer com que essas diversificadas refeições à base de plantas façam parte de sua vida.

Por que os 50 Alimentos do Futuro se concentram em plantas?

Um dos objetivos desta iniciativa é estimular uma mudança que priorize os alimentos à base de plantas, porque eles têm um impacto ambiental menor do que os alimentos de origem animal. A produção de alimentos baseada em animais utiliza mais água, requer mais terra e emite mais gases de efeito estufa do que a produção de plantas. De fato, enquanto toda a agricultura responde por cerca de 1/4 de todas as emissões de gases de efeito estufa, aproximadamente 60% são atribuídos à agricultura animal, que inclui a produção de carne, laticínios e ovos1.

E quanto às necessidades de proteína das pessoas? Felizmente, há uma infinidade de alimentos vegetais ricos em proteínas nos 50 Alimentos do Futuro. Apenas uma xícara de grão de bico germinado deliciosamente cremoso fornece 10 gramas de proteína vegetal. Além disso, alimentos do grupo das algas, como algas wakame, fornecem proteínas e oferecem um sabor de carne como umami.

Dicas Práticas de como mudar as suas refeições

Comece com pequenas mudanças, mas impactantes, como trocar metade da carne por favas ricas em proteína e fibras ou aderir à popular segunda-feira sem carne (ou qualquer dia), declarando um dia por semana como sendo para refeições à base de plantas. Verifique as dicas de cozinha Knorr para adicionar, trocar e criar.

●  Potencialize os bons hábitos. Se você já consome refeições baseadas em vegetais, obrigado por fazer parte da solução! Seu próximo passo pode ser adicionar variedade experimentando um novo vegetal ou grão a cada semana para promover a diversidade agrícola. Tente trocar o arroz por fonio, um grão saboroso e fácil de cozinhar.

● Experimente novas receitas para ajudar a introduzir diferentes alimentos, como cogumelos ricos em umami, ou repensar a maneira como você vê alimentos familiares, talvez utilizando nozes torradas em um prato para dar mais textura.

Pequenas quantidades de alimentos de origem animal já podem adicionar forte sabor ao seu prato. Em uma refeição que não seja completamente baseada em vegetais, tente usar menos carne ou produtos lácteos acrescentando os 50 Alimentos do Futuro para intensificar o sabor. O tofu absorve ervas e especiarias e pode substituir alguns queijos mais macios em pratos de massa. Você também pode se surpreender com o quanto a carne moída pode se alongar quando você adiciona alimentos ricos em umami, como algas marinhas e feijões de tartaruga preta.

Saiba mais! Clique aqui para baixar o relatório completo 50 Alimentos do Futuro! (PDF 1.3MB)

1CCAFS Food Emissions – Direct Agricultural Emissions. [ONLINE] Available at: https:/ccafs.cgiar.org/ bigfacts/data/theme/food-emissions/Theme_2_ Food_Emissions_2_Direct_Agricultural_Emissions. pdf [Last accessed November 2018] and Sejian V. et al. (2015) Global Warming: Role of Livestock. In: Sejian V., Gaughan J., Baumgard L., Prasad C. (eds) Climate Change Impact on Livestock: Adaptation and Mitigation. Springer, New Delhi